Deputada Ana Lúcia sai em defesa dos servidores públicos estaduais

Escrito por Agência de Notícias Alese Ligado TPL_WARP_PUBLISH . Publicado em Notícias

Ana Lúcia galerias 2

A deputada Ana Lúcia Menezes (PT) saiu em defesa dos servidores públicos estaduais, principalmente as categorias que estão em greve: professores e servidores da Companhia de Saneamento de Sergipe. Utilizando a tribuna no Pequeno Expediente, a parlamentar criticou a possibilidade de privatização  da Deso e da Cohidro.

 

“Hoje estão com as atividades paralisadas os professores e os servidores da Deso, mas o presidente da CUT, professor Dudu trouxe representantes de várias categorias, a exemplo de psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais, servidores do Judiciário, do Tribunal de Contas, do Ministério Público, do Fisco, entre outros. A nossa fala vai estar voltada a algumas categorias a exemplo dos professores e servidores da Deso e Cohidro que lutam contra a privatização”, diz.

 

Quanto á falta de reajuste salarial, a deputada enfatizou: “Não dá mais para acontecer a desculpa do Governo que não tem dinheiro, pois nenhuma solução está aparecendo para a capitalizar o fundo. Os salários estão congelados desde 2012 e o processo de congelamento está seletivo, ou seja, o Governo negocia para uma categoria, mas a base dos trabalhadores a exemplo de vigilantes, merendeiras, mesmo com o Plano de Cargos e Salários, está recebendo menos do que um salário mínimo. A paixão do governador é congelar os salários dos professores e essa Casa precisa dialogar com o Governo”.

 

A deputada apresentou uma tabela mostrando que o Governo  nivela todos os professores. “Os professores de nível médio ou superior estão com salários base de  2. 292 reais, é isso que a gente chama de desmonte do nosso plano, por isso temos que ser radicais, que ir na essência, na raiz para apresentar soluções.  O professor com Licenciatura Plena está perdendo por mês de 900 reais e no final de carreira, mais de 1 mil reais”, ressalta.

 

Por Agência de Notícias Alese

 
Deputada Ana Lúcia sai em defesa dos servidores públicos estaduais